Dia da Mulher - uma reflexão


Essa frase aí, da Simone de Beauvoir, é inspiradora! Fala de metamorfose...
Qualquer ser humano, seja ele homem ou mulher, necessita se transformar, tornar-se aquilo que quer ser.
Nós, mulheres, temos uma história de muita luta, vitórias, conquistas, mas também de muitas decepções, enganos e contradições.
Mas temos também uma à outra. Por isso, penso que devemos ser mais gentis, devemos dar a mão àquelas que necessitam de apoio e deixar de julgar tanto outras mulheres, seja pelo seu corpo, suas roupas, seu modo de ser, seja pelas escolhas que fazem e as consequências dessas escolhas.
Fui hoje na minha dentista e aproveitei pra ficar lendo alguma coisa enquanto aguardava. Li, em meia hora de espera, histórias sobre presidiárias, contadas por Dráuzio Varela (era a reportagem sobre o livro "Presidiárias"), também li sobre Barbara Penna, que teve os dois filhos assassinados pelo pai deles e quase foi assassinada por ele também. Passei os olhos também em duas reportagens, uma que falava sobre os desafios que algumas mulheres que escolheram profissões quase completamente comandadas pelo público masculino e, também, uma reportagem que falava sobre a Fátima Bernardes e todo o bafafá que culminou na separação do Bonner.
Portanto, não importa a classe social, a raça, a profissão, a idade, a compleição física, a beleza... todas nós temos um mudo desafiador com o qual precisamos lidar.
E hoje, apesar de tantas e tantas pessoas acharem uma babaquice haver um dia internacional da mulher, o que penso é que, ao menos, ele deve ser momento de reflexão. De como podemos, cada uma, fazer algo para mudar o mundo. Se não o mundo inteiro, pelos menos parte dele, fazendo micro ou macro ações nesse sentido.
Falando nisso, me vem à mente uma frase de Cora Coralina: "Eu sou aquela mulher que fez a escalada da montanha da vida, removendo pedras e plantando flores".
Que todas nós, juntas, possamos escalar a montanha da vida, removendo pedras e plantando flores!
Beijos de feliz todos nossos dias, sempre!


P.S.: Hoje cedo fui ao centro da cidade, ganhei dois abraços grátis, um balão, vários sorrisos e, por fim, estacionamento gratuito. Por que não podem ser todos os dias assim? =)


Share:

0 comments