O que nos define?


O que nos define no mundo? Será que são as coisas que temos? Será que são as pessoas com as quais convivemos? Será que são nossas escolhas?

Esta é uma pergunta bem complexa, mas acredito que a resposta tenha muito a ver com nossas escolhas.

Estava pensando esses dias no por que de eu utilizar determinadas coisas. Lendo sobre vários produtos químicos que causam problemas endócrinos, além de poluírem o meio ambiente, que estão presentes em diversos itens do nosso dia a dia, me perguntei por que nunca havia questionado os componentes destes itens de higiene. E a resposta é que nunca precisei questionar. Porque apenas usava as coisas por mera repetição. O creme dental, o fio dental, a escova de dentes, o shampoo, o condicionador, a tintura de cabelo, o desodorante, todas essas coisas eram utilizadas sem a mínima pretensão de conhecer a fórmula envolvida no preparo e confecção de todos esses itens. E, também, sem nem pensar no tanto de lixo que surge a partir do uso destas coisas...

E por que a gente não questiona?

Porque não somos motivados a questionar. Aliás, em todas as coisas e áreas da nossa vida, questionamos muito pouco. Tomamos decisões precipitadas, agimos por impulso, aceitamos o que chega e relutamos em nos livrar do que não faz sentido em nossa vida. Tudo isso porque tendemos a nos manter numa zona de conforto, onde tudo parecer ser mais simples, porque não precisamos pensar, questionar, mudar a forma de agir, buscar conhecimento, pesquisar, aprender e responder por nossas mudanças.

Pensando nisso e, diante da frase do Gandhi, que está escrita lá no início desta postagem, creio que não há como nos definir enquanto não pensarmos, dissermos e fizermos coisas em harmonia. E enquanto isso não acontecer, também não seremos plenamente felizes. Por isso resolvi chamar sua atenção para esse tema que, penso, é urgente! Qual é a sua responsabilidade sobre suas escolhas? Suas escolhas são conscientes? Pense sobre isso. Seja um agente que pensa sobre suas escolhas. Pense e aja com consciência.



Share:

0 comments